Institucional

 

No dia 1º de dezembro de 1977 que com o apoio da Associação Brasileira de Supermercados – ABRAS – supermercadistas alagoanos reuniram-se com a finalidade de criar uma entidade que aglutinasse as empresas de autosserviço do Estado, trazendo desenvolvimento e aperfeiçoamento do segmento. Nesta primeira reunião encontravam-se os principais empresários do setor, além de representantes da ABRAS. Após a aprovação do Estatuto, nascia então a Associação dos Supermercados de Alagoas – ASA, que teve como seu primeiro presidente o empresário Antônio Alves Castanheira.

Ainda em fase inicial de estruturação, a ASA começou seus trabalhos operacionais nas sedes das empresas associadas. Assim também aconteceu nas gestões seguintes de Gilberto Simplício de Carvalho que teve como marco em sua gestão a realização da Convenção Norte Nordeste de Supermercados (EXPONOR) e  de Élvio Cavalcante Costa que teve como grande marco de sua gestão, um dos passos mais importantes para a história desta entidade, a aquisição de um terreno para a construção da sede própria. A partir deste marco inicial começaram então os esforços para que os supermercadistas alagoanos tivessem então sua casa, a sede da Associação dos Supermercados de Alagoas.

Com uma entidade constituída começava então a busca para fortalecer a entidade, com a captação de novos associados. Com esse objetivo inicia então a gestão do presidente Raimundo Barreto de Sousa, que trouxe ainda como uma de suas primeiras medidas a instalação da sede da ASA em um prédio situado na avenida Fernandes Lima.

Das primeiras atividades como reuniões entre associados, participações em eventos por todo o Brasil, como encontros estaduais de supermercados, feiras internacionais e nacionais, a exemplo da Feira ABRAS, quando a delegação alagoana foi agraciada por algumas vezes com a premiação de maior delegação do evento, a ASA foi se fortalecendo e junto com a entidade o setor supermercadista em Alagoas também desenvolvia-se e a cada ano e, a exemplo de outros Estados do país, oferecia melhores serviços e maior diversidade de produtos aos consumidores.

Com o desenvolvimento e a dinamização do setor através da ampliação do quadro de sócios com a colaboração de indústria, fornecedores, distribuidores e atacadistas, a Associação foi dotada então de toda estrutura operacional necessária ao seu funcionamento. Assim foram implantadas reuniões mensais com palestras do Sebrae, Secretaria da Fazenda, Sindicato do Comércio e participação de professores da Universidade Federal de Alagoas.

A partir de 1996 a ASA começou a expandir seus serviços levando reuniões e palestras para o interior do Estado, além de várias outras ações como, por exemplo, visitas às indústrias, viagens Internacionais e integração com as estaduais.

E finalmente em 18 de dezembro de 1998 o presidente da ASA, Raimundo Barreto de Sousa, inaugura a casa dos supermercadistas alagoanos, com a presença do então presidente da ABRAS, José Humberto Pires de Araújo.

Com projeto assinado pelo engenheiro Juranildo Salgueiro que também era supermercadista e diretor da ASA a sede consta de auditório, salas de administração, presidência, e de estudos que são amplamente utilizada por seus associados para reuniões, lançamentos de produtos e seleções de funcionários. Mas, principalmente é na sede da ASA que a diretoria da entidade realiza importantes reuniões com órgãos públicos, parlamentares, reuniões sindicais e reuniões ordinárias e extraordinárias.

Foi então que a partir da realização deste sonho, a associação dos supermercadistas alagoanos dinamizou o setor realizando inúmeros eventos que garantiram a qualidade no desempenho das funções e na prestação de serviços aos clientes dos seus associados com a implementação dos cursos da Escola Nacional de Supermercados - um centro de referência tecnológica nacional e internacional. E, além dos cursos da ENS os associados ASA tiveram ainda acesso a cursos realizados por entidades como Sebrae e Senac, workshops, palestras e reuniões.

Era preciso então dar um passo mais adiante, alavancar ainda mais não só a entidade em si mas o setor como um todo. Surgiu então um evento que aglutinou vários estados do Norte e Nordeste, a EXPONOR. E a ASA participou efetivamente deste evento que por ser itinerante, a cada ano era realizado em alguns dos Estados participantes. Até que em 2005 a ASA realiza o primeiro evento do Centro de Convenções de Maceió, a Exponor com o tema “Negócios, Lucros e Lazer no Paraíso das Águas”.

Mas cinco anos antes Alagoas já tinha seu próprio evento. Foi em 2000 que nasceu o SUPERFEST, evento que foi realizado por alguns anos em hoteis e que, mesmo com uma característica mais festiva, já alcançava índices altos em volumes de negócios. Assim reconhecido, o caminho foi trilhar para a profissionalização e o Encontro Alagoano de Supermercados, tão bem recebido pelos expositores e visitantes, primeiro foi para o Pavilhão de Exposições do SESI e em seguida para o Centro de Convenções de Maceió, tornando-se então feira: a FEIRA E EXPOSIÇÃO ALAGOANA DE SUPERMERCADOS – FESUPER. E após dezesseis edições de grande sucesso, e no ano de aniversário de seus 40 anos, a Associação dos Supermercados de Alagoas, resolve mais uma vez imprimir a marca de inovação para um evento já consolidado e realizou neste ano a FESUPER 2017 na cidade de Arapiraca.

Com certeza, este evento realizado anualmente pela ASA trouxe o merecido reconhecimento para uma entidade que desde sua fundação, luta pelo desenvolvimento da atividade supermercadista em Alagoas. Esta luta sempre em defesa das causas que atingem o setor já conquistou inúmeras vitórias em diversos pleitos junto ao governos nas esferas municipal, estadual e federal. Entre essas inúmeras conquistas podemos destacar a Lei da Cesta Básica, Lei das Etiquetas, Programa De Olho Na Validade, participação no Programa Federal Brasil Sem Miséria, como também o veto a Projetos de Leis que viriam de encontro aos anseios do setor, entre eles, Lei das Filas, Obrigatoriedade de Veterinário e de bombeiro civil.

Hoje, a Associação dos Supermercados de Alagoas é uma das entidades mais fortes e atuantes. E, não poderia deixar de ser devido ao tamanho e a importância que o setor supermercadista tem para a economia alagoana, para os alagoanos. O setor é responsável por 85% do consumo direto, com três mil pontos de venda, gerando 40 mil empregos diretos, é o setor responsável pela maior arrecadação de impostos. E, por essa tamanha importância, a atividade supermercadista foi declarada como essencial para a população. Esse reconhecimento, essa vitória só foi possível porque entidades como a ASA lutaram e lutam sempre por mais inovação, por mais investimentos, por mais desenvolvimento.

E foi em forma de agradecimento que em 2013 a ASA em comemoração ao Dia Nacional do Supermercado, instituiu o troféu SUPER DESTAQUE que contempla empresas supermercadistas, fornecedores e personalidades do Estado que contribuem para o crescimento do setor.